segunda-feira, 8 de março de 2010

Jai Gurudev: Os Ensinamentos de Jesus por Paramahamsa Prajnananda



From: kriyasaopaulo@kriya.org.br
To: ;
Subject: Os ensinamentos de Jesus - kriya yoga
Date: Sun, 13 Dec 2009 22:29:10 -0200


Os Ensinamentos de Jesus
 Por Swami Prajnanananda Giri
 Deus é Bom
A moralidade e a espiritualidade são dois lados da mesma moeda. Sem uma vida de moralidade, não é possivel progredir no caminho espiritual. Você sabe qual é a distância entre Deus e o bem? Você já se perguntou qual é a diferença entre Deus e o bem?
Um dia, um jovem aproximou-se de Jesus e perguntou: “Bom professor! O que devo fazer para conseguir a vida eterna?” “Por que você diz que eu sou bom?” Jesus respondeu, “somente Deus é bom.” (Bíblia, Marcos 10:17-18; Lucas 18:18-19)
Jesus foi um verdadeiro mestre spiritual, cheio de amor e humildade. Na citação acima, ele demonstrou duas coisas:
1.    Apenas Deus é bom. Apenas Deus é perfeito. Deus é a manifestação da bondade absoluta e do amor.
2.    Para obter a vida eterna – que é realizar a alma eterna como espírito interior é preciso ser bom em todos os aspectos da vida.
No Bhagavad Gita, capítulo 10, também chamado “A Yoga da Manifestação Divina”, o Senhor diz, “Qualquer coisa boa percebida neste mundo não é nada além da manifestação da divindade.” Em cada ser humano, existe agregação das qualidades divinas e demoníacas – daiva-asura sampad – como explicado no Bhagavad Gita.
Pessoas com algumas qualidades, que meditam um pouco, possuem alguns poderes não materiais, ou possuem alguns bens materiais, e ficam cheios de orgulho por suas conquistas. Isso não é nada além da manifestação do Ego. O ego é uma grande barreira. A verdadeira humildade é alcançada quando a pessoa é rica de qualidades divinas.
Qualquer um que quiser seguir o caminho da espiritualidade deve sempre ser cuidadoso e cauteloso para livrar-se dos atos indevidos e maldosos da sua própria vida. Ao invés de procurar os próprios defeitos, a mente humana está sempre ansiosa por encontrar os defeitos e erros dos outros. A mente medíocre encontra defeitos em tudo. A mente elevada tenta crescer em amor divino, libertando-se das coisas negativas.
Aquele que busca encontrar defeitos nos outros, estará com a mente sempre cheia de negatividades. Aquele que, ao invés de buscar os erros dos outros, fizer um esforço para manter uma visão otimista e positiva, encontrará muitas qualidades divinas na vida dos outros, alcançando alegria, felicidade e paz.
A pessoa é aquilo que pensa, fala, observa e a maneira como se comporta. Então todos devem observar cuidadosamente os seus pensamentos, palavras e ações. Nenhuma mente humana é absolutamente boa. Nenhuma mente humana é absolutamente má. Mas todos devem buscar modificar em si mesmos a sua aparência interior e a não sua aparência exterior.
Através da meditação e de uma vida espiritual consciente de Deus, é possível observar o bem em tudo. Esta é a forma de ver Deus em tudo. Ver o bem em tudo é ver Deus em tudo.
Deus é Espírito
Certa vez um monge foi até uma vila para falar sobre Deus e sobre a vida espiritual. Um dos aldeões disse a ele: “Swamiji, a maioria das pessoas desta vila é realmente espiritual.” O monge ficou feliz ao ouvir isso, mas, após conversar um pouco mais com o aldeão, descobriu que todos os habitantes da vila eram alcoólatras. O álcool também é chamado de espírito. O aldeão usou a palavra espiritual para significar alcoólico.
Na Bíblia está escrito: “Deus é espírito e devemos adorá-lo em espírito e em verdade” (João 4:24). Espírito em inglês possui muitos significados e conotações, como fantasma, sobrenatural, temperamento, disposição, álcool, alma, e Deus. “Espírito” em latim significa spiritus, ou respiração. “Deus é espírito”, indica que Deus é todo penetrante e presente em todos os seres vivos (plantas, animais e seres humanos) como a alma.  A alma também é espírito, significando que cada alma é potencialmente divina e é a imagem de Deus.
A espiritualidade é a fundação da vida humana. Devido à alma, ou ao espírito, todos os seres vivos respiram. A respiração também é espírito. O espírito recebe o espírito. A alma é a causa da respiração e da vida. A respiração, ou espírito, é a fonte da vida, e a alma, ou espírito, é a fonte da vida eterna. A respiração, o ar, a alma e Deus são todos a mesma coisa. Existe uma diferença simples e uma sutil.
As pessoas vão a lugares sagrados, templos, igrejas, mesquitas e sinagogas para orar e adorar. Mas fazem tudo isso externamente. A verdadeira vida espiritual é a transformação interior e a mudança da sua própria visão. Tal visão é obtida após a auto-análise, o auto-estudo e o cultivo da alma.
No ensinamento de Jesus acima, foi mencionado o segredo da prática espiritual e da consciência divina na vida. Primeiro, cada pessoa deve perceber que é a alma, ou espírito, e não um saco de carne e ossos. A alma é eterna, imortal e sempre pura. A carne e os ossos não podem herdar a vida eterna.
A alma é espírito e Deus é espírito. Deus e a alma são a mesma coisa. “Eu e meu Pai somos um”, disse Jesus. Nos Upanishads está escrito: “avam atma brahma” (Mandukva Upanishad 2 e Brihadaranyaka Upanishad 2:5:19 e 4:4:5), significando que a alma é Brahma (o absoluto) e a divindade sem forma. Perceba a união eterna da alma e de Deus como ondas no oceano.
A respiração também é espírito. A alma é a causa da respiração. “Seus adoradores devem adorar em espírito.” Em cada respiração (ou seja, em espírito) devemos adorar a Deus (espírito). A respiração é a oblação do fogo eterno. O fogo purifica. Cada oferenda da respiração ao fogo sagrado no crânio purificará a vida interior. A consciência espiritual é desenvolvida com um modo de vida consciente da respiração. A respiração de cada ser humano é a respiração de Deus. (Gênesis 2:7.)
Quando observamos a respiração a cada respiração sentimos o amor Divino, a respiração é muito lenta, suave e fraca. Respirar leva automaticamente à calma e ao amor.
A respiração é a origem da vida. Quando a respiração pára, o ser vivo está morto. Por que o orgulho das pessoas em suas aquisições em dinheiro, sexo, força física, inteligência e mesmo em religiosidade, quando a sua respiração está decaindo constantemente? A respiração pode parar a qualquer momento.
Não perca o seu tempo precioso desnecessariamente indo daqui para ali. Em cada trabalho, esteja vigilante da sua respiração e ame a sua respiração – é a respiração de Deus. A respiração é o caminho para a consciência da vida e da auto-realização. Através do controle da respiração, podemos regular os nossos instintos inferiores e alcançar o estado de divindade.
Deus é Verdade
Jesus disse: “Você deve conhecer a verdade e a verdade o libertará.” (João 8:32). O que é a verdade? Como conhecemos a verdade?
Nos Upanishads, assim como nas maiores escrituras, existe uma elaboração sobre o que constitui a verdade. A vida espiritual é baseada na verdade, não naquilo que é falso. Falsidade é hipocrisia. Jesus sempre nos alertou sobre os hipócritas, especialmente nos assuntos espirituais.
Acharya Shankara, um grande mestre espiritual na Índia, disse; “brahma satya” (Deus é verdade), e “jivo brahmaiva na aparah” (cada indivíduo é Brahma). Todos devem conhecer a verdade, ou Deus. A verdade que deve ser conhecida é que Deus está em todos os lugares e que Deus é a respiração em tudo.
A verdade possui dois aspectos, um relativo e outro absoluto. A verdade relativa é usada na vida prática, como na “verdade científica”, ou quando “falamos a verdade.” A única verdade absoluta é Deus.
Para conhecer a verdade absoluta, ou Deus, é preciso seguir a verdade relativa. Falar a verdade, comportar-se verdadeiramente, é a base da vida espiritual. A moralidade é a base, a subscrição, e a espiritualidade é a sobrescrição.
O Mundaka Upanishad 3:1:6 define: “satyam eva jayate nanrtam” (apenas a verdade triunfa, não a inverdade). E o Taittiriya Upanishad motiva: “satyam vada” (diga a verdade).
A verdade é eterna. A verdade é a realidade final. Em cada nome e forma, por favor tente ver a verdade oculta. Tudo que é transitório também possui aquilo que é absoluto.
Uma vida baseada na verdade leva a uma vida mais elevada, uma vida consciente de Deus. A vida verdadeira é a origem da liberdade. A mentira, a hipocrisia e os padrões ambíguos levam ao medo e à agonia. A verdade não é monopólio de ninguém. A verdade é propriedade de todos. A verdade é livre. A verdade liberta a todos do medo e da escravidão.
Leve uma vida baseada na verdade. Tente manter-se longe da mentira e da falsidade. Amor é verdade. Amor é Deus. Através disso, a verdade da vida será revelada a você e você aproveitará e êxtase divino e a liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo! Om Tat Sat Om